Ex-prefeito não faz repasse integral à Câmara de Santa Rita e é acionado por improbidade

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) ajuizou ação civil pública contra o ex-prefeito de Santa Rita, Marcus Odilon Ribeiro Coutinho por ato de improbidade administrativa, uma vez que foi constatado que o ex-gestor não fez o repasse integral do duodécimo à Câmara de Vereadores, no mês de dezembro de 2012, no período em que esteve à frente do Executivo municipal.

De acordo com a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Santa Rita, a falta de repasse provocou prejuízos ao Legislativo Mirim e dados morais. Por isso, a promotoria requereu na ação que tramita na 5a Vara da Comarca de Santa Rita, que Marcus Odilon seja condenado e responsabilizado pelos danos morais causados ao Erário.

Ficou constatado que em dezembro de 2012, o Município repassou R$ 229,6 mil dos R$ 390,8 mil que deveria ter repassado, por lei, à Câmara de Vereadores de Santa Rita.

Segundo a promotora de Justiça Anita Bethânia Silva da Rocha, a conduta do ex-prefeito causou “prejuízo ao erário”. “Agindo da forma que agiu, o demandado (Marcus Odilon) causou, no mínimo, um dano moral aos integrantes do Poder Legislativo deste Município, pois, conforme retratado nos autos, fez com que os representantes do povo ficassem a depender da sua boa vontade em repassar o dinheiro necessário à realização das atividades da Câmara Municipal”, disse.

Fonte: Ministério Público da Paraíba

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Improbidade Administrativa

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s