Prefeito de Sento Sé é condenado a dez anos de prisão por desvio de recursos públicos

O prefeito de Sento Sé, Ednaldo dos Santos Barros, foi condenado ontem, 23, pela 2ª Câmara do Tribunal de Justiça por desviar recursos públicos por meio de aquisições fraudulentas de móveis escolares e materiais de limpeza realizadas em 1998 durante seu primeiro mandato e acobertadas com notas fiscais “frias”. A condenação teve como base duas ações penais ajuizadas pelo Núcleo de Investigação de Crimes Atribuídos a Prefeitos (CAP) do Ministério Público estadual. Os desembargadores sentenciaram, somadas as penas estabelecidas, um total de dez anos e três meses de reclusão, perda do cargo, afastamento imediato das funções, inelegibilidade por oito anos e inabilitação para o exercício do cargo público por cinco anos.

Também na sessão de ontem, a 2ª Câmara recebeu a denúncia oferecida pelo CAP contra o prefeito de São Gonçalo dos Campos, Antônio Dessa Cardozo, e os empresários Gustavo Fernandes D´Afonseca e Frederico Morais Gomes, por crimes licitatórios, apropriação de bens municipais e manejo irregular de rendas públicas, em fatos ocorridos entre 2009 e 2012. Conforme o CAP, Antônio Cardozo responderá a ação penal em liberdade e sem se afastar do cargo.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Penal

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s